Graças à nossa mobilização e a revolta do povo recifense, o reajuste do auxílio-banquete foi revogado! Mas ganhar R$3000 só pra se alimentar ainda é um ABSURDO! Por isso, inscreva-se abaixo para acompanhar os próximos passos dessa mobilização.

Garantimos uma vitória, mas para conseguir ainda mais pelo Recife, precisamos de você!

0 querem conquistar mais vitórias para o nosso Recife
Revogamos o aumento no auxílio-banquete! Mas se você fizer parte da nossa rede, podemos fazer muito mais.

No último dia 27 de Abril, a mesa diretora da Câmara Municipal do Recife aprovou na surdina a resolução 2632/17, que aumentou os já absurdos R$3.000 de auxílio-alimentação dos vereadores para R$ 4.595,00. Quando ficamos sabendo disso, criamos a campanha #MaisLeiMenosLanche, atingimos mais de 100 mil pessoas pelas redes sociais e mandamos mais de 1350 e-mails para os vereadores do Recife.

Após muita repercussão, o vereador André Régis e a bancada da Oposição (composta pelos vereadores Ivan Moraes, Marília Arraes e Rinaldo Junior), lançaram um pedido de revogação do reajuste de 53% no auxílio-banquete. E no começo da tarde do dia 05, os membros da mesa diretora aceitaram o pedido e REVOGARAM O REAJUSTE!

Mas 3 mil pilas só para alimentação ainda é um completo absurdo e não paramos por aí! Realizamos um ato na terça-feira, dia 09 de maio, em frente à Câmara Municipal do Recife contra o valor absurdo auxílio-banquete! Pra acompanhar os próximos passos da luta contra as mordomias da Câmara, se inscreve no link ao lado!

Na Mídia




Para ver mais coberturas da campanha, clique aqui.


Fala com a gente!


contato@meurecife.org.br
(081) 9 8119.6875
Por que Meu Recife entrou nessa?

Achamos uma afronta saber que os vereadores aprovaram um aumento de 53% no auxílio-alimentação. São R$4.595,00 para lanchar e fazer feira, enquanto a maioria da população mal pode arcar com uma cesta básica! Um dos nossos papéis é bater de frente com os absurdo que acontecem na vida política da cidade e mobilizar pessoas para estarem nessa junto com a gente. Ou seja, não tinha perigo da gente ficar de fora dessa.